Notícias

Reestruturação segue tirando o sossego no BB

11/07/17
A reestruturação no Banco do Brasil continua a todo o vapor. Vários contratos com empresas terceirizadas estão sendo revistos, diminuindo o pessoal de limpeza, copa e segurança. Em 2016 as modificações culminaram num prejuízo financeiro para milhares de funcionários que ainda estão tentando ser revertidos na Justiça. Atualmente, circula nas redes sociais do BB boatos de uma nova reestruturação.
A verdade é que não há uma “nova” reestruturação, ela simplesmente não terminou, e muitas mudanças estão por vir. A maioria delas pode prejudicar e muito os funcionários. Isso porque, com a aprovação da Reforma Trabalhista, muitos dos direitos que ainda estamos tentando garantir por via judicial irão deixar de existir, como a incorporação de função.
A criação de escritórios digitais, já confirmada pelo Banco, tem aumentado o cenário de insegurança. Há ainda a iminência de um Plano de Demissão Voluntária, que estaria sendo formulado.  Menos pessoal, mais sobrecarga para quem fica.
A verdade é que é preciso resistir. Iniciar um processo de conscientização dos novos funcionários. As pessoas não conseguem mais ver com boas perspectivas a carreira no Banco, pois as propostas de retiradas de direitos estão avançando. É preciso estar preparado para os próximos ataques.

 


LUTA BANCÁRIA

Mais revistas