Notícias

CLT vai para lata do lixo

12/07/17

Derrota dos trabalhadores. Não há outra maneira de classificar o que ocorreu nessa terça-feira (11) no Senado Federal. Com 50 votos favoráveis, 26 contra e uma abstenção, a Reforma Trabalhista foi aprovada sem emendas pelos senadores, o que faz com que siga diretamente para sanção presidencial. A Reforma é um conjunto de emendas que mexe com mais de 100 pontos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e descarta o acesse dos trabalhadores à Justiça do Trabalho.

Foi uma luta injusta, afinal, os empresários cobraram dos parlamentares a conta do financiamento de suas campanhas. Com a classe trabalhadora desunida na resistência, o pato da FIESP conseguiu exatamente o que queria, retirar das relações de trabalho o aumento de seus lucros.

Sob o discurso da modernidade, a Reforma deixa claro quem serão os reais beneficiados com as mudanças: os 172 mil que possuem mais de R$1 milhão em suas contas, em detrimento aos 207 milhões de brasileiros restantes.


LUTA BANCÁRIA

Mais revistas