Notícias

Bancários engrossam o coro do “Fora Temer” pelas ruas de Natal

02/08/17

Trabalhadores foram às ruas na manhã desta quarta-feira (2) pedir que o Congresso Nacional aceite as denúncias contra o presidente Michel Temer (PMDB) e o STF inicie as investigações sobre a corrupção passiva em que o presidente foi flagrado. O Ato ocorreu na avenida Senador Salgado Filho. A concentração foi no Hospital Walfredo Gurgel, local onde os servidores da saúde que estão em greve encontram-se reunidos. Os manifestantes fizeram uma pequena caminhada até o calçadão do Midway onde o Ato foi finalizado.

“Os sindicatos, movimentos sociais, a sociedade de uma forma geral está indignada com o que está acontecendo com o nosso país. Ninguém está acima da lei, nem o presidente da república, existem denúncias gravíssimas e Michel Temer tem que ser investigado sim. Nós estamos aqui exigindo que a denúncia seja aceita”, declarou Robério Paiva, diretor do Sindicato dos Bancários.

“Nós estamos vivendo um momento bastante delicado da classe trabalhadora e esse ato também tem o objetivo de mostrar a população de que não podemos mais nos inclinar com relação à política desastrosa de perda total dos diretos do Governo Federal. Diante de todos os absurdos praticados com a classe trabalhadora, a união das centrais tem esse sentido maior de mostrar a população de que o momento é de resistência e de luta”, afirmou Zilta Nunes, Intersindical.

“A luta não acabou, não é possível que um governo e um congresso atolados em denúncias de corrupção, que se venderam para as grandes empreiteiras agora entreguem os direitos dos trabalhadores. Nós chamamos a atenção das Grande Centrais, canalizar essas mobilizações para um processo eleitoral que é de cartas marcadas e não resolverá os problemas da classe trabalhadora”, declarou Alexandre Guedes da CSP Conlutas.


LUTA BANCÁRIA

Mais revistas