Notícias

Trabalhadores se unem para barrar ataques

29/09/16

O governo e os empresários podem até querer implantar reformar e ataques à classe trabalhadora, mas uma coisa é certa: vai ter luta. É esse o recado que os trabalhadores de Natal têm dado nas ruas em uma sequencia de manifestações unificadas que visam a construção de uma greve geral para barrar as reformas trabalhista e previdenciária. Na manhã desta quinta-feira, 29, servidores municipais, estaduais e federais e outras categorias em luta, como os bancários se reuniram em um grande Ato Unificado pelas ruas do centro da capital potiguar.

Uma aula pública reuniu servidores estaduais e federais na Praça Cívica. Os sindicatos que representam os servidores estaduais lutam principalmente contra os atrasos de salários e o anúncio do governo do estado que analisa parcelar os salários destes trabalhadores. Na ocasião, os servidores federais levantaram ainda a bandeira da luta contra a reforma educacional proposta como medida provisória pelo Governo Federal.

Os servidores saíram caminhada até o Banco do Brasil onde já eram esperados pelos bancários que completaram 24 dias de greve e por servidores municipais que, oriundos de uma assembleia na Praça Tamandaré, também já haviam chegado ao local em passeata.

Os diretores do Sindicato dos Bancários, Eduardo Xavier e Juvêncio Hemetério falaram em nome da entidade e esclareceram os presentes sobre a luta que está sendo travada com os banqueiros. Para Juvêncio, somente nas ruas será possível barrar as medidas que estão sendo tomadas pelo Governo para conter a diminuição dos lucros para a classe empresarial.

Os trabalhadores ainda tiveram fôlego para caminhar até a Prefeitura de Natal onde o Ato  foi finalizado com a fala das Entidades presentes.


LUTA BANCÁRIA

Mais revistas